segunda-feira, 27 de julho de 2009


Preciso de um colo hoje,
Onde eu possa me aconchegar,
chorar, dividir a minha angústia.

Preciso de um colo hoje,
que me de esperança,
de que coisas boas voltarão
a acontecer.

Um colo que me transporte
para outro lugar,
onde sonhar seja permitido,
e que mesmo em sonhos,
eu possa apagar a minha dor.

Preciso imensamente de um colo,
preciso de palavras que me
façam sentir que
ainda sou alguém...

Autora: Sandra Ribeiro

3 comentários:

Lalah disse...

O melhor seria aceitarmos que todo paraíso precisa um pouco de inferno. Agir direito é uma coisa, mas temos que ficar de olho nos que tentam "redesenhar" o mundo, apagando cigarros ou qualquer vestígio da nossa desajeitada humanidade. Se ficarmos muito bonzinhos, muito certinhos, muito perfeitinhos, acabaremos perdendo o que nos resta de humor

Black Crow disse...

Antigamente me sentia constantemente assim, hoje em dia me acostumei. As pessoas preferem julgar do que compreender, preferem a superficialidade nos relcionamentos do que um envolvimento sincero e com uma boa dose de respeito.
Por isso às vezes, acho até bom ficar sozinho...

Leela disse...

é do que eu preciso.