terça-feira, 29 de setembro de 2009


É o tempo, o tempo que leva a vida
Que chora e choro na noite triste.
É a mágoa, a queixa mal definida
De quanto existe, só porque existe.

Autor: Fernando Pessoa

6 comentários:

Tobias Silser disse...

Fernando Pessoa era um mestre mesmo! Resumia em poucas palavras um caminhão de sentimentos.
Vale muito a pena ler ao menos uma vez por semana algum trecho dele.
Bjão.. excelente semana!

Tobias Silser disse...

há, dá uma passadinha lá no Balé das Almas ;)

McDyzitO disse...

Sem duvida mesmo..
O GARNDE Fernando Pessoa :)

┼●†|-|Ë |=êÑÎX●┼ disse...

SAUDADES DESSE BLOG.....TO POR AKI D NOVO .....BJOS

Allen Walker disse...

Grandissimo Tio Fernando P.
Adorei a foto... em especial, junto do trecho c'était merveilleux.

Abraços... te seguirei oui chérri?!

Bezerra Guimarães disse...

Eu sou apaixonada pela obra de Pessoa(s)...
rsrsrs

Ele era tantos e continua sendo para nós, leitores, o tudo e o nada, todos os sonhos do mundo.