terça-feira, 17 de maio de 2011

Quando tudo é silêncio...


Quando a presença de qualquer
som incomoda e fere.

Quando a esperança parece
um sonho tão distante.

Quando os olhos são incapazes
se enxergar evidências,
porque negar é menos doloroso.

Quando é preciso encontrar um
lugar seguro para chorar.

Quando eu preciso dessas coisas,
mesmo ficando em silêncio,
é quando mais preciso de ajuda...

Autora: Sandra Ribeiro

13 comentários:

Monalisa Macêdo. disse...

PERFEITO de mais !
Adorei, como sempre, rs
eu também queria saber escrever pequeno e perfeito..
mas cada um com o seu jeitinho né?!

Mikaele Tavares disse...

É como se o coração já cansasse de lutar por aquilo que ele sabe que não há mais jeito...

Lindo!

Sonhadora disse...

Minha querida

Um poema lindo e triste...as mãos cheias de nada e vazias de tudo.


Beijinho com carinho
Sonhadora

A.S. disse...

No silêncio todas as sensações são mais intensas...


Beijos meus!
AL

Amapola disse...

Boa tarde, querida amiga.

Os sonhos desfeitos parecem nosso carrasco.

Um grande abraço.
Felicidades!!

Amapola disse...

Que Deus a proteja.

Só pra você disse...

amiguinha, esplendoroso, lindo mesmo. O que posso dizer a não ser, parabens?

Beijos e boa noite...

Miriam Sá disse...

LINDO, LINDO! Estou seguindo

Arnoldo Pimentel disse...

Sua poesia é maravilhosa, beijos.

Jones Barreto disse...

e essa ajuda não é de qualquer um. É daquele ou daquela que percebe nosso silêncio e nos acolhe e nos aceita, sem moralismos ou julgamentos... interessante, Sandra. Umbeijo.

PapoBacana disse...

Muito boa sua postagem..
adoreo poemas..

parabens pelo blog..

"..Quando os olhos são incapazesse enxergar evidências.."

seguindo vc..

tbm escrevo se puder me visita..

Só pra você disse...

Aii, que tristinho isso. Caramba garota, vc está cada dia mais linda em poesias.

Beijocas

Poesias Partidas disse...

Lindo querida, parabens!

Abraços desse poeta.