quinta-feira, 9 de junho de 2011

Novos caminhos...


Não quero andar por labirintos escuros,
quero deixar o tormento para trás,
meu propósito agora é outro.
Não quero me apegar a sentimentos inexistentes,
quero uma realidade que eu possa tocar,
quero o conforto de uma vida onde reine a paz.

Estou livre do que assombrava minhas noites escuras.
O que não existe, não me assusta mais...

Autora: Sandra Ribeiro



5 comentários:

Monalisa Macêdo. disse...

'... quero uma realidade que eu possa tocar'
ADOREI!!!
Chega de ilusões! Vamos praticar o desapego e viver o lado bom da vida !

LUCIMAR SIMON disse...

Eita, que profundidade, e eterno caminhar entre segredos nao existentes. transformar, querer, sao as inquisiçoes humanas traduzidas em palavras. a liberdade figura e aparece apos os campos verdes de sua propria vontade.


beijos poetiza

ღ Sensitivity ღ disse...

Eu também estou precisando dessa realidade que eu possa tocar. Só assim podemos seguir em frente. Lindo poema. Beijinhos.

Catia Bosso disse...

Se o que não existe não assusta mais... isso é otimo! E que belo desabafo!

bj

Catita

Nanny Freire disse...

Tô meio assim no momento...

"Não quero me apegar a sentimentos inexistentes, quero uma realidade que eu possa tocar."

E quero me ver livre disso, pois a pior coisa do mundo é a ilusão seguida de decepção.

Como disse a Monalisa, devemos praticar o desapego.

Beijo grande minha Flor.